6 exemplos de merchandising para aplicar ao seu negócio
merchandising exemplos

Compreender as diversas formas de aplicar o merchandising pode ser a chave para se destacar em um mercado competitivo. Para te ajudar, reunimos aqui alguns exemplos de merchandising para aplicar ao seu negócio.

Integrar estratégias de merchandising eficazes é essencial para a maximização do impacto visual, aprimoramento da experiência do cliente e impulsionamento das vendas em qualquer negócio. 

Continue lendo e confira 6 exemplos de merchandising que podem ser aplicados com sucesso em seu empreendimento. 

merchandising exemplos
  1. Aposte em vitrines criativas

Uma das formas mais impactantes de aplicar o merchandising é apostar em vitrines criativas, transformando as fachadas das lojas em verdadeiras narrativas visuais que cativam a atenção e despertam o interesse dos consumidores.

As vitrines devem ir além de elementos visuais, cores e iluminação estratégicas. Elas devem contar histórias e ter cenários dinâmicos para criar uma atmosfera única que convida os clientes a explorar, interagir e, por fim, realizar compras. 

Veja a seguir alguns exemplos de vitrines criativas.

  • Histórias temáticas: Desenvolva vitrines que contem histórias temáticas sazonais ou relacionadas a eventos especiais, conectando-se emocionalmente com os clientes. Por exemplo, uma vitrine inspirada em filmes clássicos para uma promoção de cinema.
  • Instalações interativas: Incorpore elementos interativos à vitrine, como telas sensíveis ao toque que permitem aos clientes explorar produtos ou obter informações adicionais com um simples toque.
  • Cenários dinâmicos: Crie vitrines em constante mudança, apresentando cenários dinâmicos que evoluem ao longo do dia ou da semana. Isso mantém o interesse dos clientes e incentiva visitas frequentes.
  • Iluminação estratégica: Utilize iluminação criativa para destacar produtos específicos ou criar efeitos visuais envolventes. Jogo de luzes pode adicionar drama e chamar a atenção para itens específicos na vitrine.
  • Arte urbana e grafite: Incorpore arte urbana ou grafite nas vitrines para adicionar um toque de modernidade e expressão artística, o que pode atrair a atenção de pedestres e criar uma conexão única com a comunidade local.
  • Instalações de reciclagem: Utilize materiais recicláveis para criar instalações e vitrines sustentáveis. Além de transmitir uma mensagem eco-friendly, pode atrair clientes conscientes do meio ambiente.
  • Exposição de produtos em cenários realistas: Crie vitrines que recriem cenários realistas, permitindo que os clientes visualizem como os produtos se encaixam em seu próprio estilo de vida. Por exemplo, um ambiente de escritório para uma coleção de artigos de papelaria.
  • Vitrines com elementos inusitados: Adicione elementos inusitados à vitrine para gerar curiosidade. Use objetos incomuns, projeções holográficas ou até mesmo espelhos para criar ilusões visuais.
  1. Experiência sensorial na loja

Implementar estratégias que estimulem os sentidos dos clientes, como a utilização de fragrâncias agradáveis, música ambiente e até mesmo amostras de produtos, ajudam a criar uma experiência sensorial memorável.

Ao apelar para o tato, olfato, audição, visão e paladar, as marcas podem criar um ambiente que vai além da simples transação comercial, transformando a jornada de compra em uma experiência sensorialmente rica. 

Veja a seguir alguns exemplos práticos de como implementar uma experiência sensorial no seu negócio.

  • Fragrâncias personalizadas: Desenvolver uma fragrância exclusiva para a loja que esteja alinhada com a identidade da marca. O olfato é um poderoso evocador de emoções, e um aroma característico pode criar uma associação duradoura na mente dos clientes.
  • Música ambiente adequada: Escolher cuidadosamente a trilha sonora da loja para criar a atmosfera desejada. A música pode influenciar o humor dos clientes e tornar a experiência de compra mais agradável.
  • Iluminação estratégica: Utilizar iluminação que destaque produtos específicos, crie ambientes diferenciados e transmita a mensagem desejada. A luz pode influenciar a percepção dos clientes sobre os produtos e o espaço.
  • Amostras e degustações: Oferecer amostras ou degustações dos produtos, especialmente em setores como alimentos, cosméticos e bebidas. Isso permite que os clientes experimentem os produtos antes da compra.
  • Texturas e materiais táteis: Incorporar texturas e materiais táteis nas áreas de exposição. Permitir que os clientes toquem em produtos ou sintam diferentes superfícies pode criar uma conexão mais profunda.
  • Zonas sensoriais específicas: Criar zonas na loja dedicadas a diferentes sentidos. Por exemplo, uma área de relaxamento com poltronas confortáveis e música suave para estimular a audição, ou uma estação de degustação para explorar o paladar.
  • Comunicação sensorial: Integrar mensagens sensoriais na comunicação visual e auditiva da loja. Isso pode incluir a descrição de fragrâncias, a sugestão de combinações de produtos baseadas em texturas ou até mesmo o uso de linguagem que estimule os sentidos.
  1. Layout estratégico da loja

Mais um exemplo de merchandising é o layout estratégico. Ao planejar cuidadosamente a disposição física dos produtos, áreas de exposição, caixas e zonas específicas, as empresas podem otimizar o fluxo de clientes, maximizar as vendas e criar um ambiente agradável. 

Aqui estão algumas estratégias para um layout eficaz da loja:

  • Zona de entrada atrativa: Crie uma zona de entrada convidativa, com elementos visuais atraentes e produtos em destaque. 
  • Caminho circular: Utilize um layout circular ou em formato de "loop" para guiar os clientes naturalmente pela loja. Isso encoraja a exploração de todo o espaço e a exposição a uma variedade de produtos.
  • Pontos focais estratégicos: Identifique pontos focais ao longo do caminho do cliente, como displays centrais ou áreas temáticas, para destacar produtos-chave e promover ofertas especiais.
  • Setores por categoria: Organize os produtos em setores ou departamentos por categorias relacionadas. 
  • Zonas de experiência: Crie áreas de experiência onde os clientes podem testar produtos, seja por meio de amostras, demonstrações ou instalações interativas
  • Corredores amplos: Mantenha corredores amplos para evitar congestionamentos e garantir uma experiência de compra confortável.
  • Ponto de pagamento estratégico: Posicione os pontos de pagamento perto da saída, mas não imediatamente na entrada, para incentivar a exploração adicional e possíveis compras de última hora.
  • Exposição de produtos na altura dos olhos: Coloque os produtos mais populares ou estrategicamente importantes ao nível dos olhos dos clientes. Isso aumenta a visibilidade e a probabilidade de compra.
  • Áreas de descanso e espera: Crie áreas de descanso confortáveis ​​para clientes que esperam por amigos ou familiares. 
  1. Displays interativos

A incorporação de displays interativos nas estratégias de merchandising de uma loja pode proporcionar uma experiência envolvente e inovadora para os clientes. 

Esses dispositivos oferecem interatividade, informação em tempo real e podem aumentar a conexão entre os consumidores e os produtos. 

Confira alguns exemplos de displays interativos que podem ser implementados no seu negócio a seguir.

  • Tela de toque para exploração de produtos: Disponibilize telas de toque que permitam aos clientes explorar detalhes, características e opções adicionais de produtos. 
  • Espelhos interativos em provadores: Integre espelhos interativos nos provadores, oferecendo recursos como iluminação ajustável, sugestões de looks, opções de tamanhos e a possibilidade de solicitar outros itens sem sair do provador.
  • Exibições de catálogo digital: Substitua catálogos físicos por displays digitais que permitem aos clientes folhear virtualmente os produtos, visualizar cores e padrões disponíveis, e até mesmo fornecer informações sobre a sustentabilidade ou o processo de fabricação.
  • Mesas interativas: Implemente mesas interativas onde os clientes podem visualizar o catálogo de produtos, personalizar itens, fazer pedidos personalizados e até mesmo experimentar virtualmente produtos em um ambiente simulado.
  • Jogos interativos para engajamento: Desenvolva jogos interativos relacionados aos produtos ou à marca para envolver os clientes enquanto estão na loja. Isso pode criar uma experiência lúdica e memorável.
  • QR Codes para conteúdo adicional: Integre QR codes em displays que os clientes possam escanear para acessar conteúdo adicional, como vídeos de produtos, avaliações de clientes ou tutoriais de uso.
  • Displays de realidade aumentada: Utilize displays de realidade aumentada que permitam aos clientes visualizar produtos em seu ambiente real antes da compra, como móveis em suas casas ou roupas em seus corpos.
  • Conteúdo dinâmico e atualizado: Mantenha os displays interativos atualizados com conteúdo dinâmico, como promoções do dia, novos lançamentos e informações relevantes.
  • Integração com dispositivos móveis: Permita a integração com dispositivos móveis para que os clientes possam transferir informações, como listas de desejos, diretamente para seus smartphones.
  1. Visual Merchandising Online

O Visual Merchandising Online é uma estratégia crucial para cativar e envolver os consumidores em ambientes digitais. Assim como nas lojas físicas, o visual merchandising online visa criar uma experiência visual atraente que destaque produtos, fortaleça a identidade da marca e incentive a conversão. 

Aqui estão algumas práticas e exemplos de Visual Merchandising Online:

  • Banner principal atrativo: Utilize um banner principal na página inicial do site que destaque produtos, promoções ou mensagens-chave.
  • Categorias destacadas: Organize as categorias de produtos de maneira visualmente apelativa. Use imagens atraentes e destaque produtos populares para orientar os clientes para áreas específicas do site.
  • Rotação de produtos em destaque: Implemente uma rotação de produtos em destaque na página inicial para manter o conteúdo fresco e destacar diferentes itens ao longo do tempo.
  • Imagens de alta qualidade: Utilize imagens de alta qualidade para os produtos, permitindo que os clientes vejam detalhes e tenham uma experiência de compra mais próxima do presencial.
  • Layout responsivo: Certifique-se de que o layout do site seja responsivo para proporcionar uma experiência consistente em dispositivos móveis, tablets e desktops.
  • Paletas de cores coerentes: Mantenha uma paleta de cores coesa que reflita a identidade da marca. Isso cria uma experiência visual consistente e reconhecível.
  • Recomendações personalizadas: Implemente algoritmos de recomendação baseados no histórico de compras e comportamento do cliente para oferecer sugestões personalizadas de produtos.
  • Conteúdo gerado por usuários: Destaque conteúdo gerado por usuários, como fotos de clientes usando produtos da marca, para criar uma comunidade e promover autenticidade.

Precisando armazenar, transportar e distribuir materiais? Conte com a FLY SP!

Somos especialistas no armazenamento, transporte e distribuição de materiais e produtos para todo o Brasil e prezamos pela qualidade, eficiência e segurança. 

Portanto, se você precisa de empresas de logística em SP, conte com a FLY SP! Entre em contato agora com a FLY SP neste link e peça um orçamento para a sua empresa.

Solicite uma proposta

Leia também:

merchandising exemplos
Como fazer merchandising no ponto de venda?
sistema de ponto de venda
Como um sistema de ponto de venda pode impulsionar o seu negócio
exposição de produtos no pdv
13 dicas para melhorar a exposição de produtos no PDV
tipos de PDV
Quais são os tipos de PDV?
ações de merchandising
21 ações de merchandising para aplicar no seu negócio
Ponto extra merchandising
Ponto extra merchandising: o que é e como ele pode aumentar suas vendas

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER E RECEBA

NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.