Passo a passo de como abrir um ecommerce

Iniciar uma jornada no empreendedorismo pode gerar diversas incertezas e questionamentos, certo? Portanto, se você está interessado em aprender como abrir um ecommerce, está no lugar certo.

Optar por criar um ecommerce tem sido a escolha de muitos empreendedores para realizar o sonho de ter um negócio bem-sucedido.

No entanto, antes de investir em uma loja virtual, é preciso um planejamento meticuloso e dedicação, fatores que determinarão o sucesso do seu empreendimento. 

Além disso, para criar um e-commerce lucrativo, é essencial focar em alguns detalhes. Confira a seguir quais são eles!

como abrir um ecommerce

Saiba o seu nicho de mercado

Para abrir um e-commerce com sucesso, o primeiro passo crucial é compreender o seu nicho de mercado. Isso implica em identificar o segmento específico em que o seu negócio irá atuar.

No universo do e-commerce, há demanda para uma ampla gama de produtos, desde vestuário até produtos cosméticos feitos à mão.

Ao definir o nicho, você consegue determinar com precisão qual será o foco do seu empreendimento. Isso se tornará crucial para encontrar fornecedores de qualidade, definir sua audiência-alvo e posicionar sua marca de forma eficaz na internet.

Portanto, conduza uma pesquisa de mercado para identificar as oportunidades mais promissoras no momento. Quanto mais informações você reunir, maiores serão as chances de estabelecer um negócio bem-sucedido.

Identifique o seu público-alvo

Após compreender o mercado em que atuará, é essencial conhecer profundamente o seu público-alvo. Em outras palavras, quem são seus clientes? Como eles se comportam? Como realizam compras online?

Além disso, é crucial ter informações sobre a localização geográfica das pessoas interessadas em seus produtos, a faixa etária delas e o quanto costumam investir. Uma estratégia altamente eficaz nessa etapa é criar uma persona - um personagem fictício que representa seu cliente ideal.

Ela abrange dados básicos, como idade e gênero, mas também se concentra em desejos, comportamentos, desafios que essa persona enfrenta em seu cotidiano e como seu negócio online pode contribuir para resolvê-los.

Há diversas maneiras de descobrir a persona do seu e-commerce, incluindo entrevistas, formulários, pesquisas em redes sociais e o uso de ferramentas como o Google Analytics. Cada uma dessas abordagens pode oferecer insights valiosos sobre o seu público-alvo.

Determine o modelo de negócio

Ao abrir um e-commerce, é crucial determinar o modelo de negócio que irá orientar a operação do seu empreendimento virtual. Existem diversas opções, e a escolha dependerá do tipo de produtos ou serviços que você planeja oferecer.

Você pode optar por vender produtos diretamente, seja por meio de estoque próprio ou adotando o modelo de dropshipping, no qual você não precisa manter um estoque. 

Além disso, é importante decidir se irá operar exclusivamente em uma loja virtual própria, ou se expandirá para marketplaces e redes sociais. Cada decisão impactará a forma como você administra e promove o seu negócio online. Portanto, escolha o modelo que melhor se alinha com os seus objetivos e recursos disponíveis.

Defina os produtos e o segmento de mercado

Seguindo as nossas dicas sobre como abrir um ecommerce, é essencial definir o produto a ser comercializado e, por conseguinte, o nicho de mercado.

Digamos que você tenha interesse em criar uma loja virtual de roupas; o nicho ao qual o seu negócio pertencerá é o da moda. Simples, concorda? No entanto, não se limita a isso...

Não é suficiente apenas saber disso, é necessário aprofundar-se no seu segmento de atuação. Isso implica compreender o funcionamento do mercado, identificar os concorrentes, entender o perfil dos clientes, entre outros aspectos.

Após identificado o segmento de mercado, você irá escolher quais produtos ou serviços serão vendidos de acordo com ele.

Legalize o seu negócio

Iniciar ou manter um e-commerce sem regularização é inviável e pode levar a problemas legais. Para evitar complicações, é crucial resolver todas as questões burocráticas antes de lançar o seu site de vendas online.

Para garantir a legalidade e o bom funcionamento do seu e-commerce, é imprescindível regularizar o seu negócio. Isso envolve procedimentos como a obtenção de um CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), que confere ao empreendimento a sua identificação fiscal.

Além disso, é importante definir o regime tributário que melhor se adequa à sua empresa, podendo optar entre o MEI (Microempreendedor Individual), ME (Microempresa) ou EPP (Empresa de Pequeno Porte), dependendo do seu faturamento estimado.

Outros passos essenciais incluem o registro da empresa para obter o NIRE (Número de Identificação do Registro de Empresa), a obtenção de um alvará de funcionamento, o registro da marca junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e o registro do domínio do seu e-commerce.

Ao cumprir todas essas etapas, você estará assegurando a legalidade do seu negócio e evitando problemas futuros. Dessa forma, poderá focar no crescimento e no sucesso do seu e-commerce com tranquilidade.

Registre o seu domínio

O seu site é a vitrine da sua loja virtual, portanto, é crucial que ele não apenas tenha uma aparência atraente e seja fácil de usar para os clientes, mas também que seja registrado com um domínio que faça sentido para a sua marca e possa ser utilizado com segurança pelos visitantes.

Quando você definir a sua marca ao iniciar um e-commerce, é recomendável que, simultaneamente, consulte o site Registro.br para verificar se esse nome está disponível como URL de site.

Com um nome disponível, o próximo passo é usar esse mesmo site para fornecer os seus dados pessoais e os dados do seu servidor, a fim de registrar o domínio. A taxa de registro é paga anualmente e varia em torno de R$40,00.

Encontre fornecedores de qualidade

No caso de optar por revender produtos ao abrir seu e-commerce, encontrar fornecedores é um passo de extrema importância. Afinal, estamos tratando das mercadorias que chegarão até seus clientes e, consequentemente, carregarão consigo a reputação de sua marca.

Compreender a importância dos fornecedores é crucial para o sucesso de qualquer negócio. Sem eles, você não terá os produtos ou materiais necessários para vender.

Para encontrar fornecedores de qualidade, uma pesquisa aprofundada no Google pode ser um bom ponto de partida. Entre em contato com os principais resultados, questionando sobre condições de pagamento, prazos de entrega, entre outros detalhes relevantes.

Além disso, participar de feiras e eventos relacionados ao seu nicho pode ser uma ótima oportunidade para conhecer potenciais fornecedores pessoalmente.

Uma dica valiosa é não depender apenas de um fornecedor, mas sim trabalhar com uma variedade deles. Dessa forma, você evita ficar na mão caso algum deles enfrente dificuldades em atender à sua demanda. Essa diversificação pode ser fundamental para manter a operação do seu negócio sempre em funcionamento.

Lembre-se de que fornecedores de qualidade são a base para um e-commerce bem-sucedido. Portanto, dedique tempo e esforço para encontrar os melhores parceiros para o seu negócio.

Escolha qual a plataforma de e-commerce

Criar um site de vendas a partir do zero demanda bastante esforço e é complexo de manter. Por esse motivo, ao iniciar um e-commerce, é altamente recomendado optar por uma plataforma de e-commerce.

Além de proporcionar toda a infraestrutura para que você customize o design do site de acordo com suas preferências e cadastre seus produtos.

Ao fazer essa escolha, leve em consideração fatores como a facilidade de uso da plataforma, a capacidade de personalização do site, a integração com sistemas de pagamento e a escalabilidade do sistema para acompanhar o crescimento do seu negócio.

Ao optar por ter sua própria loja, você ganha em autonomia, evitando a necessidade de pagar tarifas a cada venda realizada, por exemplo. Além disso, a gestão e o controle do negócio ficam totalmente em suas mãos.

Veja a seguir quais as plataformas de e-commerce mais utilizadas.

  • Nuvemshop;
  • WooCommerce;
  • Loja Integrada;
  • Wix;
  • Shopify.

Contrate uma empresa logística como a FLY SP

Quando se trata da logística de como criar um e-commerce, é crucial considerar como reduzir os custos do processo ao mesmo tempo em que se acelera o tempo de entrega para os clientes.

Nesse trajeto, a organização é fundamental, assim como contar com parcerias sólidas. Isso abrange tanto a tecnologia utilizada para organização quanto a escolha da transportadora.

Ao escolher uma empresa de logística confiável e eficiente, você poderá oferecer aos seus clientes uma experiência de compra satisfatória, com entregas pontuais e produtos bem cuidados. Isso contribui significativamente para o sucesso do seu e-commerce.

Precisando de serviço de logística para o seu e-commerce? Conte com a FLY SP!

Somos especialistas no armazenamento, transporte e distribuição de materiais e produtos para todo o Brasil e prezamos pela qualidade, eficiência e segurança. 

Portanto, se você precisa de empresas de logística em SP, conte com a FLY SP! Entre em contato agora com a FLY SP neste link e peça um orçamento para a sua empresa.

Solicite uma proposta

Leia também:

PDV criativo Dia dos Pais: estratégias para captar a atenção dos clientes
Logística empresarial: o que é, importância e como aplicar na sua empresa
Merchandising festa junina: estratégias para vender mais
merchandising dia dos namorados
11 dicas de merchandising dia dos namorados
merchandising exemplos
Como fazer merchandising no ponto de venda?
sistema de ponto de venda
Como um sistema de ponto de venda pode impulsionar o seu negócio

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER E RECEBA

NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.