Logística de produção: tudo que você precisa saber sobre o assunto

A logística de produção é responsável por gerenciar todos os aspectos relacionados ao armazenamento de materiais em uma empresa, assim como as operações envolvidas na movimentação dos insumos vinculados a um centro de fabricação.

Enquanto muitas pessoas associam logística principalmente ao transporte e distribuição de produtos, é importante lembrar que antes da distribuição, os produtos precisam ser fabricados.

Essa área desempenha um papel crucial na indústria, uma vez que otimiza o uso de tempo e recursos das organizações no processo de fabricação de bens. Portanto, compreender seu funcionamento é de extrema importância para contribuir para o crescimento e aperfeiçoamento contínuo das operações da empresa.

Neste artigo, exploraremos em detalhes o conceito de logística de produção, sua importância e como é possível otimizar esse processo.

logistica de produção

O que é logística de produção?

A logística de produção, também conhecida como logística integrada, abrange todas as atividades relacionadas ao desenvolvimento de produtos que serão disponibilizados no mercado. 

Ela abrange todos os processos envolvidos na fabricação de mercadorias, desde a aquisição de matérias-primas até a linha de montagem e, finalmente, a disponibilização do produto acabado aos consumidores.

Essa abordagem visa gerenciar e otimizar os processos que envolvem o armazenamento e a gestão das instalações associadas a um centro de fabricação ou distribuição.

Dessa forma, a logística de produção desempenha um papel essencial no desenvolvimento de novos produtos. Além disso, envolve diversas áreas da empresa, desde os consumidores e prestadores de serviço até engenheiros de produção, designers e montadores.

Qual é a importância da logística de produção?

Primeiramente, ela visa reduzir o tempo necessário para criar um produto, desde a geração da ordem de serviço até a finalização do pedido. Veja a seguir outros motivos do porque a logística de produção é tão importante. 

  • Eficiência na produção: A logística de produção garante que os materiais necessários estejam disponíveis no momento certo, evitando atrasos na produção e garantindo um fluxo contínuo de trabalho.
  • Redução de custos: Uma gestão eficaz da logística de produção pode levar a uma redução de custos, seja através de uma melhor gestão de inventário, otimização de rotas de transporte, ou minimização de desperdícios.
  • Atendimento ao cliente: Uma produção eficiente e bem gerida significa que os produtos podem ser entregues aos clientes no prazo, o que é essencial para manter a satisfação do cliente.
  • Gestão de estoque: A logística de produção está intimamente ligada à gestão de estoque. Manter níveis adequados de estoque garante que a produção possa continuar sem interrupções.
  • Adaptação a mudanças: Uma logística de produção eficiente permite que uma empresa se adapte rapidamente a mudanças nas demandas do mercado, evitando excesso ou falta de produtos.
  • Competitividade: Empresas com operações logísticas eficazes têm uma vantagem competitiva, pois podem oferecer produtos de alta qualidade de forma mais eficiente e a preços competitivos.
  • Sustentabilidade: Uma gestão eficiente da logística pode contribuir para práticas empresariais mais sustentáveis, como a redução do uso de recursos e a otimização de rotas de transporte para minimizar a pegada de carbono.
  • Inovação e melhoria contínua: A constante avaliação e aprimoramento dos processos logísticos podem levar a inovações e melhorias contínuas na cadeia de produção.

Benefícios da logística de produção para sua empresa

A logística de produção proporciona diversos benefícios para as empresas, especialmente a redução de custos e a otimização dos investimentos. 

Ela permite uma produção mais eficiente, possibilitando que uma mesma equipe produza mais em menos tempo, seja por meio da realocação de pessoal ou do investimento em maquinário mais avançado. 

Além disso, possibilita o controle e a identificação de falhas nos processos de produção, evitando prejuízos financeiros e de recursos.

Quais são as etapas da logística de produção?

As etapas da logística de produção podem ser divididas em cinco fases cruciais que interagem para garantir uma cadeia de produção eficaz e interligada.

Gestão de transporte

Organização e planejamento do transporte de matérias-primas, intermediárias e produtos acabados desde a origem até a fábrica e distribuição aos Centros de Distribuição (CDs). Tarefas incluem a seleção de transportadores, planejamento de rotas, coordenação de entregas e gerenciamento de custos.

Verificação das cargas

Inspeção minuciosa das cargas para assegurar a qualidade e integridade dos produtos transportados. Inclui conferência de quantidade, inspeção da qualidade, verificação de embalagem e documentação.

Controle de fretes

Gerenciamento dos custos relacionados ao transporte. Envolve negociação de tarifas, análise de custos, rastreamento de despesas e monitoramento de contratos.

Roteirização das entregas

Planejamento das rotas de entrega considerando localização dos clientes, restrições de tempo e trânsito, e disponibilidade de transporte. Inclui otimização de rotas, monitoramento de entregas e atualização de dados de rota.

Análise de indicadores

Utilização de KPIs para identificar pontos fortes e fracos na logística, possibilitando tomadas de decisão embasadas. Requer coleta, análise e interpretação de dados para fornecer informações valiosas.

Essas etapas são fundamentais para garantir não apenas a eficiência, mas também a integridade e qualidade dos produtos ao longo da cadeia de produção.

Passo a passo para aplicar a logística de produção

A gestão eficiente da logística de produção é essencial para o sucesso de qualquer operação. Confira a seguir os passos fundamentais para gerenciar os processos de produção de forma eficaz.

Passo 01: Verifique a demanda do produto

Manter um controle preciso sobre os prazos de entrega e a quantidade contratada é crucial para a gestão logística de produção. 

É comum, em meio à agitação industrial, negligenciar ou confundir as exigências de quantidade e prazos de entrega, o que pode resultar em problemas como desperdício de matérias-primas e atrasos na última etapa de distribuição.

É crucial entender o que será produzido, em que quantidade e em que prazo. Essas informações são essenciais para atender às necessidades dos clientes, evitar perdas de vendas e garantir que não haja excesso de mercadorias no centro de distribuição.

Passo 02: Alinhe a demanda com a capacidade produtiva

Verifique se a sua empresa possui a capacidade produtiva necessária para atender à demanda estimada. Às vezes, pode ser necessário expandir a capacidade para tentar acompanhar picos de demanda, seja por meio de novos fornecedores, investimentos em maquinário ou contratação de mão de obra adicional.

Em tais casos, é possível aumentar temporariamente a capacidade, mas antes de qualquer decisão, é crucial avaliar estrategicamente se esse investimento é justificável.

Passo 03: Defina estratégias

Elabore estratégias para acelerar a produção, reduzir custos, evitar desperdícios e tornar as entregas mais eficientes. Isso pode envolver a implementação de soluções tecnológicas e a automação de processos.

Após a verificação da demanda, a encomenda das matérias-primas necessárias deve ser feita considerando a logística do fornecedor e os prazos de entrega.  É vital informar o estoque e equipes de armazenagem sobre o espaço necessário para os insumos.

Passo 04: Planeje a produção

Com base na demanda e nos recursos disponíveis, é hora de planejar a produção. O planejamento da produção, incluindo a alocação de mão de obra e o uso de máquinas, deve ser estabelecido para que a linha de produção esteja preparada quando os insumos estiverem prontos para uso.

Passo 05: Controle a produção

Garanta que o planejamento está sendo seguido corretamente. Verifique se os prazos estão sendo cumpridos, se há falta ou excesso de matéria-prima e se não há desperdícios.

Passo 06: Monitore os resultados

Compare o que foi planejado com o que foi realizado e analise os resultados. Identifique possíveis erros e elabore estratégias para evitá-los no futuro.

O uso de dashboards com KPIs (Indicadores de Desempenho) em softwares de gestão, como um WMS, proporciona um acompanhamento prático e em tempo real, permitindo decisões mais assertivas tanto na produção quanto em outras áreas da empresa.

Precisando de uma logística e transportadora? Conte com a FLY SP!

Somos uma transportadora especialistas no armazenamento, transporte e distribuição de materiais e produtos para todo o Brasil e prezamos pela qualidade, eficiência e segurança. 

Portanto, se você precisa de empresas de logística em SP, conte com a FLY SP! Entre em contato agora com a FLY SP neste link e peça um orçamento para a sua empresa.

Solicite uma proposta

Leia também:

exemplos de cross merchandising
8 exemplos de cross merchandising
atividades de apoio da logística
Quais são as principais atividades de apoio da logística?
merchandising em supermercado
9 estratégias de merchandising em supermercado
Merchandising editorial
Merchandising editorial: o que é, exemplos e como integrar na sua estratégia
merchandising no ponto de venda
8 dicas para aplicar merchandising no ponto de venda (PDV)
10 exemplos visual merchandising para impulsionar o seu negócio

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER E RECEBA

NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.