10 exemplos visual merchandising para impulsionar o seu negócio

O visual merchandising é uma das melhores estratégias para atrair – e reter – clientes para o seu negócio. Reunimos a seguir algumas dicas e exemplos visual merchandising para aplicar ao seu negócio.

Ao adotar esse tipo de estratégia de maneira eficaz, além de atrair mais clientes para o ponto de venda, é possível estimulá-lo a efetuar compras adicionais. 

Neste artigo, exploraremos o conceito de visual merchandising e forneceremos algumas dicas sobre como aplicá-lo efetivamente.

O que é visual merchandising?

De forma geral, o visual merchandising engloba todas as atividades relacionadas à experiência de compra no ponto de venda. Qualquer exposição planejada de um produto constitui visual merchandising.

Essa estratégia contribui para atrair a atenção do cliente por meio, principalmente, de estímulos visuais e sensoriais.

Esta prática, integrante do campo do marketing, tem como objetivo principal causar uma impactante primeira impressão no cliente e impulsionar o aumento das vendas através de ações que estimulem o processo de compra.

10 exemplos de visual merchandising para aplicar ao seu negócio

Para atrair a atenção dos clientes para os produtos da sua loja, existem diversas técnicas que podem ser empregadas, desde a disposição das peças na vitrine até a iluminação. 

Confira a seguir alguns exemplos de visual merchandising para impulsionar o seu negócio e aumentar as vendas.

  1. Planeje a vitrine com cuidado

A vitrine é a primeira impressão que o cliente tem da sua loja e desempenha um papel importante em incentivar compras por impulso. 

Os produtos expostos geralmente são os mais vendidos, por isso, planeje a vitrine de forma a refletir a identidade da sua marca. 

Evite deixar produtos no chão, pois isso pode transmitir uma ideia equivocada de valor, e utilize manequins em poses mais naturais para facilitar a identificação do cliente com o que está sendo apresentado.

Além disso, é essencial manter atualizada regularmente a vitrina e dedicar atenção especial à estética para garantir que não passe despercebida.

  1. Organize a loja de acordo com o público-alvo

Adapte o layout da sua loja às necessidades do seu público-alvo. O design de uma loja para crianças, por exemplo, deve ser diferente daquela voltada para surfistas. 

Em uma loja de moda feminina, organize as peças de acordo com categorias, como roupas para ocasiões festivas, verão, dia a dia e promoções.

  1. Preste atenção à sinalização

A sinalização, começando pela vitrine, desempenha um papel fundamental na comunicação inicial é a atração do cliente. 

Dentro da loja, a sinalização ajuda o consumidor a encontrar facilmente o que procura e a navegar pelo ambiente sem dificuldades.

  1. Invista na iluminação

A iluminação, juntamente com a sinalização, direciona o cliente, criando pontos focais para determinados produtos e suavizando a visibilidade de peças de menor qualidade com luzes mais suaves.

Certifique-se de que a iluminação não transmita uma impressão equivocada sobre seus produtos, pois nem toda loja com iluminação baixa indica baixa qualidade.

Por exemplo, um salão de beleza respeitável requer uma iluminação que contribua para gerar uma atmosfera confortável para os clientes. Iluminação inadequada, cores intensas demais ou luzes mal direcionadas têm o potencial de comprometer a sensação de bem-estar do consumidor, impactando negativamente a realização dos serviços oferecidos.

  1. Crie um ponto focal na entrada da loja

Estabeleça um ponto focal impactante na entrada da loja. A intenção é criar um impacto visual marcante, e esse ponto focal é ideal para construir cenas atrativas com manequins e produtos de alto valor agregado. 

Para otimizar o sucesso nas vendas de forma eficiente, posicione próximo ao ponto focal um display acessível, exibindo os mesmos produtos em destaque. Isso facilita a acessibilidade dos clientes aos itens destacados, proporcionando uma experiência de compra direta e rápida.

  1. Garanta que o produto seja visualizado várias vezes

Os facings, ou a quantidade de vezes que um produto é mostrado ao cliente, desempenham um papel fundamental no visual merchandising no varejo. 

Em lojas de roupas, por exemplo, é recomendável que o mesmo modelo de cabide seja repetido aproximadamente quatro vezes antes de apresentar outro na arara.

  1. Utilize todos os espaços

A loja possui zonas quentes e frias, sendo as quentes os locais de passagem frequente, como a entrada. Embora os produtos expostos nessas áreas sejam mais visíveis, não ignore os outros espaços. 

Explore as zonas frias colocando produtos de maior rotatividade nelas, incentivando os clientes a percorrerem a loja e visualizarem mais itens.

  1. Estimule os sentidos

Transforme a visita à sua loja em uma experiência sensorial, estimulando todos os sentidos do cliente. Você pode estimular a audição, a visão, o olfato e o paladar por meio de ações específicas:

  • Audição: Crie uma playlist que esteja alinhada com o perfil dos clientes que frequentam seu empreendimento;
  • Visão: A construção da identidade visual da marca do seu negócio é a principal estratégia para estimular a visão. Portanto, é crucial incorporar as cores da marca na decoração do espaço;
  • Olfato: Encontre óleos essenciais que harmonizam com o seu estabelecimento, contribuindo para criar memórias olfativas nos clientes;
  • Paladar – Caso se encaixe no seu negócio, estimule o paladar por meio de snacks, bebidas, drinks, doces e delícias em geral, proporcionando uma experiência sensorial completa.
  1. Invista em embalagens memoráveis

A experiência com a empresa não se encerra no momento do pagamento. As embalagens desempenham um papel importante em encantar o cliente, acompanhando-o até em casa. 

Portanto, aposte em embalagens com design inovador que transmitem a identidade do seu negócio.

Lembre-se: a embalagem pode ser o primeiro contato do comprador com o produto, influenciando sua preferência antes mesmo de conhecer o conteúdo.

  1. Exponha produtos que tenham relação de uso

Maximize a atratividade das exposições e otimize os resultados de vendas ao destacar produtos que tenham uma relação de uso significativa. Para conquistar melhores resultados, considere estratégias que promovam vendas adicionais. 

Por exemplo, crie sugestões de looks completos, incluindo tops, bottoms e acessórios, para inspirar os clientes a adquirirem conjuntos completos. 

Em exposições de mesa, coordene jogos de jantar, combinando talheres e taças, para criar uma atmosfera envolvente que valorize todos os produtos no contexto. 

Ao promover produtos relacionados, você facilita a experiência de compra para os clientes e incentiva compras adicionais, proporcionando uma abordagem mais completa e visualmente atraente à exposição de produtos.

Benefícios de investir em visual merchandising

O visual merchandising oferece diversas vantagens para os varejistas e empresas, contribuindo significativamente para o sucesso do negócio. Algumas das principais vantagens incluem:

  • Atratividade visual: O visual merchandising cria displays atraentes que capturam a atenção dos clientes, tornando o ambiente de compra mais agradável e convidativo;
  • Experiência do cliente aprimorada: Contribui para uma experiência de compra mais positiva, proporcionando aos clientes um ambiente agradável e facilitando a localização dos produtos desejados;
  • Diferenciação da marca: Ajuda a destacar a identidade e valores da marca, estabelecendo uma diferenciação em relação aos concorrentes;
  • Estímulo às vendas: Estratégias de visual merchandising bem planejadas podem aumentar a exposição dos produtos e incentivar compras por impulso, impulsionando as vendas;
  • Otimização do espaço: Maximiza a utilização do espaço disponível na loja, garantindo uma disposição eficiente dos produtos para facilitar a navegação do cliente;
  • Adaptação às tendências: Facilita a rápida adaptação às mudanças nas tendências do mercado, mantendo a loja atualizada e alinhada às expectativas dos clientes;
  • Fidelização de clientes: Uma experiência de compra positiva, influenciada pelo visual merchandising, contribui para a fidelização de clientes, incentivando-os a retornar à loja;
  • Aproveitamento de estações e eventos: Permite a criação de displays sazonais e temáticos, capitalizando em eventos específicos e estações do ano para atrair a atenção do público.

Precisando armazenar, transportar e distribuir materiais? Conte com a FLY SP!

Somos especialistas no armazenamento, transporte e distribuição de materiais e produtos para todo o Brasil e prezamos pela qualidade, eficiência e segurança. 

Portanto, se você precisa de empresas de logística em SP, conte com a FLY SP! Entre em contato agora com a FLY SP neste link e peça um orçamento para a sua empresa.

Solicite uma proposta

Leia também:

exemplos de cross merchandising
8 exemplos de cross merchandising
atividades de apoio da logística
Quais são as principais atividades de apoio da logística?
merchandising em supermercado
9 estratégias de merchandising em supermercado
Merchandising editorial
Merchandising editorial: o que é, exemplos e como integrar na sua estratégia
merchandising no ponto de venda
8 dicas para aplicar merchandising no ponto de venda (PDV)
10 exemplos visual merchandising para impulsionar o seu negócio

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER E RECEBA

NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.