Como criar um e-commerce em 6 passos
como abrir um ecommerce

Você está interessado em aprender como criar um e-commerce? Continue lendo e confira 06 passos que vão te ajudar nessa empreitada! 

O e-commerce, tornou-se uma poderosa forma de empreendimento nos últimos anos. Com a crescente popularidade das compras online, ter um e-commerce bem-sucedido pode abrir portas para um público global e oportunidades de negócios promissoras. 

Se você está pensando em entrar nesse mercado, este artigo irá fornecer uma visão geral dos 6 passos essenciais para criar um e-commerce de sucesso.

como criar um e Commerce em 10 passos

1. Faça um plano de Negócios

O objetivo do plano de negócios é fornecer uma visão geral de como criar um e-commerce de sucesso. 

O e-commerce é um modelo de negócio em constante crescimento, oferecendo oportunidades para empreendedores alcançarem um público global e vender produtos ou serviços online. 

Ao criar o seu plano de negócios para montar uma loja virtual, é importante considerar os seguintes pontos:

  • Definição do nicho de mercado: Identifique um segmento específico no qual você deseja atuar. Isso ajudará a direcionar suas estratégias de marketing e a se destacar da concorrência.
  • Escolha dos produtos: Decida quais produtos serão vendidos em sua loja virtual. Faça uma pesquisa de mercado para identificar produtos com demanda e potencial de lucro.
  • Identificação da persona: Crie um perfil detalhado do seu cliente ideal, considerando características demográficas, interesses, comportamentos de compra e necessidades. Isso ajudará a direcionar suas estratégias de marketing de forma mais eficaz.
  • Planejamento financeiro: Determine o investimento inicial necessário para configurar sua loja virtual e planeje seu fluxo de caixa. Considere custos como estoque, desenvolvimento do site, marketing, logística e atendimento ao cliente.
  • Planejamento operacional: Defina como será a operação diária do seu e-commerce. Considere questões como o gerenciamento de estoque, processamento de pedidos, embalagem e envio dos produtos, além de estabelecer métricas para medir o desempenho operacional.
  • Estratégias de marketing e vendas: Desenvolva um plano de marketing abrangente para promover sua loja virtual. Considere o uso de técnicas de SEO para melhorar a visibilidade nos mecanismos de busca, a criação de conteúdo relevante, o uso de mídias sociais, campanhas de email marketing e parcerias com influenciadores ou outras marcas.
  • Plano de atendimento ao cliente: Estabeleça padrões de atendimento ao cliente, como tempos de resposta, canais de comunicação e resolução de problemas. Priorize a satisfação do cliente e invista em um suporte eficiente para promover a fidelidade e recomendação dos clientes.
  • Análise e melhoria contínua: Estabeleça métricas de desempenho e acompanhe regularmente os resultados do seu e-commerce. Utilize ferramentas de análise para entender o comportamento dos clientes, identificar oportunidades de melhoria e tomar decisões embasadas em dados.

2. Escolha uma plataforma de e-commerce

Um dos passos mais importantes de como criar um e-commerce é escolher a plataforma correta. Existem várias opções disponíveis, cada uma com suas próprias vantagens e recursos. Aqui estão algumas das principais plataformas de e-commerce que você pode considerar:

  • Shopify: É uma plataforma popular e fácil de usar, que oferece uma variedade de recursos e designs personalizáveis. Ela é adequada tanto para iniciantes quanto para lojas de grande porte.
  • WooCommerce: É um plugin gratuito do WordPress que permite transformar um site WordPress em uma loja online. Ele oferece muitas opções de personalização e é uma escolha popular para aqueles que já possuem um site em WordPress.
  • Magento: É uma plataforma de e-commerce de código aberto e altamente personalizável. Ela é mais adequada para lojas maiores com necessidades complexas de personalização e escalabilidade.
  • BigCommerce: É uma plataforma de e-commerce robusta e escalável, com recursos avançados de marketing integrados. Ela é adequada para empresas de médio a grande porte.
  • PrestaShop: É uma plataforma de e-commerce de código aberto com uma ampla gama de recursos e temas personalizáveis. Ela é popular na Europa e é adequada para pequenas e médias empresas.
  • Wix: É uma plataforma de construção de sites que também oferece recursos de e-commerce. Ela é fácil de usar e oferece designs atraentes, mas pode ter recursos limitados em comparação com outras plataformas.

Ao escolher a plataforma de e-commerce, leve em consideração fatores como o tamanho do seu negócio, orçamento, recursos necessários, facilidade de uso e suporte ao cliente. 

Cada plataforma tem suas próprias taxas e planos de preços, por isso é importante comparar as opções antes de tomar uma decisão. 

Além disso, certifique-se de que a plataforma escolhida ofereça integrações com os métodos de pagamento, gateways de envio e outras ferramentas que você precisa para administrar sua loja online com eficiência.

3. Defina corretamente o preço dos produtos ou serviço 

Uma das decisões mais importantes de como criar um e-commerce é definir os preços dos produtos ou serviços que você oferece. Precificar corretamente é essencial para garantir a lucratividade do seu negócio, atrair clientes e manter-se competitivo no mercado.

No entanto, determinar o preço certo pode ser um desafio. É preciso levar em consideração uma variedade de fatores, como custos de produção, concorrência, valor percebido pelos clientes e margem de lucro desejada. 

Além disso, as estratégias de precificação podem variar de acordo com o setor, público-alvo e metas de negócio.

Lembre-se de que encontrar o equilíbrio entre preços competitivos e lucratividade é fundamental para o sucesso do seu negócio online. 

4. Configure as opções de pagamento no seu e-commerce

Ao criar um e-commerce, é fundamental configurar as opções de pagamento de forma adequada. Oferecer uma variedade de métodos de pagamento é essencial para atender às preferências dos clientes e facilitar as transações financeiras. 

Uma configuração correta das opções de pagamento pode melhorar a experiência de compra, aumentar a confiança dos clientes e impulsionar as vendas.

Um processo de pagamento simplificado, seguro e conveniente é essencial para atrair clientes, concluir vendas e criar relacionamentos duradouros com os consumidores. 

5. Vejas sobre a logística e as opções de frete disponíveis para o seu e-commerce

Quando se trata de administrar um e-commerce, a logística e as opções de frete desempenham um papel fundamental no sucesso das operações.

Oferecer uma experiência de entrega eficiente e conveniente é essencial para conquistar a confiança dos clientes, garantir a satisfação deles e manter uma vantagem competitiva no mercado.

Entre as opções de frete disponíveis mais utilizadas destacam-se o envio expresso, envio econômico e frete grátis. Para escolher a opção mais adequada para o seu negócio, é importante considerar fatores como custo, velocidade de entrega e preferências dos clientes.

A melhor opção pensando em logística e opção de fretes é uma transportadora, que possui uma logística bem planejada que ajuda a reduzir custos, minimizar atrasos e otimizar o tempo de processamento dos pedidos.

6. Invista no atendimento ao cliente

Investir no atendimento ao cliente é uma estratégia fundamental para o sucesso do seu empreendimento. Aqui estão algumas dicas de como criar um e-commerce com foco no atendimento ao cliente:

  • Defina uma estratégia de atendimento ao cliente: Antes de lançar sua loja virtual, determine como você deseja lidar com as perguntas, dúvidas e problemas dos clientes. Defina uma abordagem de atendimento ao cliente que esteja alinhada com seus valores e objetivos de negócio. Considere canais de comunicação, horários de atendimento, tempo de resposta e treinamento da equipe.
  • Ofereça múltiplos canais de comunicação: Disponibilize diferentes opções de contato para que seus clientes possam entrar em contato com você de maneira conveniente. Isso pode incluir e-mail, telefone, chat ao vivo e mídias sociais. Certifique-se de monitorar regularmente esses canais e responder prontamente às consultas dos clientes.
  • Crie uma seção de perguntas frequentes (FAQ): Uma página de perguntas frequentes pode ajudar a responder às dúvidas mais comuns dos clientes. Compile uma lista abrangente de perguntas e respostas relevantes e torne-as facilmente acessíveis em seu site. Isso pode reduzir o número de consultas repetitivas e fornecer informações úteis aos clientes.
  • Ofereça suporte pós-compra: O atendimento ao cliente não se limita apenas a responder perguntas antes de uma compra. Invista em um suporte pós-compra eficiente, para lidar com problemas de entrega, trocas, devoluções ou reclamações dos clientes. Esteja preparado para resolver problemas de forma rápida e eficaz, visando a satisfação do cliente.
  • Personalize o atendimento: Busque conhecer seus clientes e suas preferências para fornecer um atendimento personalizado. Utilize dados de compra, histórico de interações e informações demográficas para oferecer recomendações personalizadas, ofertas especiais e um serviço individualizado.
  • Solicite feedback dos clientes: Esteja aberto ao feedback dos clientes e incentive-os a fornecer opiniões sobre sua loja e experiência de compra. Isso pode ser feito por meio de pesquisas de satisfação, avaliações de produtos ou depoimentos. Utilize essas informações para identificar áreas de melhoria e implementar mudanças positivas em seu negócio.

Lembre-se de que o atendimento ao cliente é um processo contínuo. À medida que seu negócio de e-commerce cresce, é importante continuar investindo em melhorias e ajustes para atender às necessidades em constante evolução dos seus clientes. O bom atendimento ao cliente não apenas aumentará a satisfação do cliente, mas também pode gerar recomendações, fidelização e um diferencial competitivo no mercado.

Precisando de uma transportada para e-commerce? Conte com a FLY SP!

Somos uma transportadora para e-commerce especialistas no armazenamento, transporte e distribuição de materiais e produtos para todo o Brasil e prezamos pela qualidade, eficiência e segurança. 

Portanto, se você precisa de empresas de logística em SP, conte com a FLY SP! Entre em contato agora com a FLY SP neste link e peça um orçamento para a sua empresa.

Solicite uma proposta

Leia também:

exemplos de cross merchandising
8 exemplos de cross merchandising
atividades de apoio da logística
Quais são as principais atividades de apoio da logística?
merchandising em supermercado
9 estratégias de merchandising em supermercado
Merchandising editorial
Merchandising editorial: o que é, exemplos e como integrar na sua estratégia
merchandising no ponto de venda
8 dicas para aplicar merchandising no ponto de venda (PDV)
10 exemplos visual merchandising para impulsionar o seu negócio

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER E RECEBA

NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.